Marcadores

terça-feira, 11 de julho de 2017

O IMPORTANTE JAMAIS FOI COMPETIR

Crescemos e nos tornamos adultos,depois á maturidade sob esta concepção de que “O Importante é Competir”,porém,ao longo de nosso cotidiano,essa concepção tem nos tornado artificiais e infelizes...
Competimos o tempo todo,com a moda,o jeito de ser,status sociais,e sem respeitar a maneira de outrem,ou de cada um,vamos nos fechando enfraquecidos dentro de nosso mundo,sem que percebamos,nos achando competidores e ganhadores sempre...
Quase já não conseguimos participar de uma vida em comum,sem que haja competição entre os cônjuges,companheiros ou esposos,no intuito de um ser melhor que o outro,no ranking das competições...
A vida participativa, e sem competições,tornaríamos mais felizes,contudo a competição vem afunilando a participação,quando em uma escola,não preparamos nossos alunos para serem perdedores ou ganhadores,esquecendo-nos,que isso implica em crescimento,aprendizagem quanto vida...
Queremos incluir os especiais a um mundo, que jamais soubemos, o mesmo, ter receita certa de felicidade,quando competimos inconscientemente quase em tudo...
A diversidade das flores,em cores e estilos diferentes,insinuam o respeito á participação,que nos é doutrinado pela Natureza,quando uma flor morre dando passagem a espécie,quando nós jamais pensamos nesse detalhe...
Simplesmente aniquilamos a própria espécie,mergulhados em um mundo competitivo que nos leva á mais estúpida solidão,mesmo rodeados de uma multidão.