Marcadores

domingo, 5 de fevereiro de 2017

PRISIONEIROS DO ÓDIO

Impressionante e estarrecedora a tamanha capacidade, que certas pessoas têm de odiar,o ódio é como erva daninha, espalhando disseminando suas sombras castradoras e cegas...
Acumulam prazer,quando vêem os outros sofrerem,vociferam palavras de baixo calão,pelas redes sociais,por onde vão passando, vão deixando um rastro de demolição de caráter,de hombridade,e uma incapacidade gritante,de se colocar no lugar do outro...
O ódio é o grande amigo das rugas,da insegurança,do tapa olho ao longo do tempo,odeiam pura e simplesmente, sem argumentos verídicos,sem uma trégua para pensarem...
As pessoas que carregam a grande frustração do ódio,costumam arrebanhar outras para odiarem também,sendo que quem simplesmente odeia,jamais será amigo de alguém,nem de si próprio,pois se deixa levar pelo pior dos sentimentos...
O ódio é o nosso grande inimigo interno,que exterioriza seus estragos depois,sendo que carregá-lo,se torna um fardo pesado,pois quando não o vencemos,não o eliminamos,fará de nós sua vítima cativa e fatal,e este só se mantém nutrido,a poder de uma auto destruição...
O ódio,muito pelo contrário do que se pensa,só se apodera de pessoas frágeis e fracassadas espiritualmente,fomos feitos para o amor,mas se cultivarmos o inverso,todo nosso Universo ficará contaminado,e nosso corpo será o reflexo desses estragos...
Portanto,quando esse inimigo tentar  cercear nossa liberdade de amar,é bom que o vençamos o mais rápido possível,caso contrário,ele nos abaterá sem dó e nem piedade...
O ódio cegamente perambula pelos estádios de futebol, pela intolerância entre partidos políticos,onde se faz necessária a oposição,seja deste ou aquele partido,a oposição é o controle de qualidade,porém o ódio,torna seus adeptos estúpidos radicalistas,onde não há admissão de que alguém possa caminhar no centro...
O ódio pelos nordestinos,pelos pobres,pelos homossexuais,pelas pessoas humildes que possam receber algum benefício como bolsa família,odeiam porque acreditam que estes,estejam sendo sustentados por eles,o ódio é o pai da ignorância...
O amor,doce alento, que cura uma alma ferida e dilacerada pelo ódio,flexiona a compreensão,o perdão.O amor ainda é o sentimento brando,sendo um destrave aos aprisionados pelo ódio.