Marcadores

domingo, 22 de janeiro de 2017

VERDADEIRA FELICIDADE

Dominados em tão alto grau, para atingir felicidade, somamos e concebemos árduas resoluções, e destas,quase não nos sobra tempo, pois,a felicidade,se concentra,em coisas simples...
Assim,na necessidade,e presença da simplicidade,da paz de espírito,e até mesmo dentro da rotina do cotidiano,cada um concebe felicidade a seu modo...
Também não precisamos tornar a vida sofrível contando calorias e nos acabarmos em academias,porém se isto faz feliz,que seja então...
 Ás vezes, na tentativa de fazer tudo certo, desde muito cedo,para que os distingues do tempo, não nos aborreçam, e o corpo esteja isento de lipídios e outras coisas mais,não nos vemos felizes...
A equilibrada e boa alimentação, os bons costumes, devem prevalecer,mas,onde a harmonia desaparece, entra a discordância...
Vale eximirmos a sensação de perambulação  vampiresca, tentando esticar um pouco mais da juventude,ou algo,que não queremos deixar para trás,todavia,deixemos que o tempo  nos ensine...
A simplicidade, junto da eterna jovialidade,quando passada juventude, peregrinam , revisam todos os dias as empreitadas bem ou mal sucedidas, ensinando e abrindo novos ciclos para as oportunidades...
Jamais entremos na neurose, de que para ser feliz,precisamos sorrir o tempo todo,sejamos autênticos e verdadeiros,sorri melhor, quem sabe chorar...
Para ocasionarmos felicidades verdadeiras, precisamos de asseverações, que nos alinhe dentro daquilo que somos,e que vistamos de esperanças nossos dias.