Marcadores

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

FORA DE PROTÓTIPO

Somos nossos reflexos, e precedemos nossos dias, sem jamais contestarmos, as razões que nos juntam, e também,aquelas nos afastam...
Talvez, se apresentássemos mais tempo, poderíamos até, nos cobrarmos mais,porém ,quando nos encontráramos,já se fizera tarde de outono,onde nossas primaveras já haviam florescido...
 E, dessas primaveras, nossas sementes espalhadas, novas colheitas, novas flores em perpetuamento...
Também, nos descobrimos de um jeito, até desabonado, por nós mesmos,em um andamento de alterações,em antigos chats de bate papo,que talvez nem existam mais...
Tudo nos parecia desatenção ,e cada um com sua bagagem,seus encargos,seus compromissos tão amadurecidos, em ideais de solidões constantes...
Aquelas solidões,não nos apavoravam,mas que simplesmente,faziam de nós mesmos,nossas melhores companhias...
Porém,inevitavelmente,junto de nossa amizade, principia  surgir nuances do amor,e nosso primeiro encontro nos disse muita coisa,superando nossas expectativas...
O tempo havia nos assinalado,com nossas histórias de vida,com nossos baques e nossos realces...
Hoje, muito mais que ontem, e sempre, rememoramos com mais ênfase,a cada dia,em quase uma década e meia vencendo preconceitos ,barreiras em meio a tantas contendas e intrigas...
 Entretanto, o grande apresso que nos une, e mesmo desacreditados lá fora,marcam nossos momentos,e nos fazemos nossas vidas mais alegres.