Marcadores

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

VÍNCULOS


Criamos laços, vínculos que nos prendem afetivamente, ás pessoas, animais,e até objetos de estimação,criar vínculos é estender os ditames da alma,congratular com a dimensão da vida,pois mediante tais ascensões,esta torna-se significativamente melhor...
Os vínculos também nos fazem sofrer, quando perdemos quem,ou o que amamos,portanto,outros vínculos podem surgir ao longo da vida,que minuta suas páginas,trazendo sempre alguma surpresa agradável...
Ao que não nos cativa,não convém que nos prendamos,e quando somos cativados por vínculos,ou cativamos,uma responsabilidade precisa estar implícita...
Carecemos estar eternamente abertos para os vínculos afetivos,para novas amizades,para novos relacionamentos interpessoais,pois somos aptos para tal...
A vida sem os laços,os vínculos,pode tornar-se um pouco amarga,sem o sabor desse intercâmbio tão precioso,que muitas vezes cura doenças,dispensa o divã do analista...
Com o advento das redes sociais,é possível sim,nos depararmos pessoas maravilhosas, ou reencontrarmos antigos vínculos,com as quais criamos nossos laços afetivos, ao longo da vida...
Uma palavra embasada no respeito, uma mensagem verdadeira, pode nos levantar, e nos colocar aptos para enfrentarmos todas e quaisquer circunstâncias...
Os laços afetivos, os vínculos devem ser simples, honestos e verdadeiros, devem  ser desprovidos de artifícios,porém munidos de muita sinceridade,livres do intento de ferir ou magoar.