Marcadores

quinta-feira, 17 de novembro de 2016

ALIMENTAÇÃO COM MILHO

Desde muito cedo,aprendi muito sobre o milho, com meu pai que era agricultor,essa espiga maravilhosa de grãos dourados, ele era grande produtor de arroz,mas que, entre outros grãos,plantava o milho também, porque ia direto á nossa mesa, como um dos alimentos principais,principalmente, no café da manhã...
Meu pai sempre dizia que o  seu plantio de arroz era abençoado,pois dele extraia nosso sustento,e também ia á nossa mesa todos os dias,mas sempre deixava claro a sua preferência pelo milho...
Ele criava e engordava porcos para o abate,eu sempre o ouvi dizer,que se fosse para fornecer gordura,não podia dar muito milho aos porcos,pois ele forneceria apenas carne e quase nada de gordura...
Os porcos que forneciam gordura,eram alimentados com quirera de arroz cozido,abóbora cozida e outros legumes mais,recebiam muito pouco milho...
Ele sempre dizia que fora corredor,em corridas de cavalo,também dizia que se desse muito milho ao cavalo,ele ficaria tão forte e musculoso,que seria impossível segurá-lo,pois ficava imenso e tinha uma força arrebatadora...
Eu citei isto,porque tenho observado que os brasileiros,como meu pai já dizia, bem pouco consomem  milho e seus derivados....
Faço comida caseira para minhas cachorras e a base é a canjiquinha de milho,ou xerém,[germe do milho]como queiram,e eu,como fui acostumada,quando passo uma temporada sozinha,me alimento exclusivamente desse germe do milho e logo percebo que perco gordura e ganho mais musculatura...
Os nutricionistas deveriam  voltarem suas atenções para esse cereal magnífico, que acredito  ser um alimento quase completo...
O milho dá mil opções de pratos variados, tanto doces ,como salgados,é só ter criatividade.É um alimento produzido no Brasil,que poderia ajudar na merenda escolar,e também estar mais presente na mesa de todos os brasileiros,principalmente para pessoas da maturidade,cuja tendência é aumentar gordura e perder musculatura...Os músculos são importantes porque eles formam um envólucro no osso,protegendo-o.
Alimentar-se bem,ás vezes não quer dizer pagar caro,mas sim,aproveitar os bons alimentos que dispomos,por preços accessíveis.