Marcadores

quinta-feira, 31 de março de 2016

UMA SEGUNDA VINDA DE JESUS

Uma segunda vinda de Jesus Cristo á Terra, seria de novo rechaçada,pois a maioria de nós sempre concebemos,um Jesus Cristo, que nos ofereça a outra face,um Jesus Cristo importante,que particularmente entenda a cada um de nós,mesmo quando mentimos,mesmo quando desenhamos as nossas razões ao mundo,mesmo sem razão...
Um Jesus Cristo compatível com as diferenças, e indiferente á fome, á miséria, á pobreza e ao abandono...
Um Jesus Cristo bom a seu modo,porém,frio ,discriminador,um Jesus Cristo importante,culto,inteligente,cheio de adeptos e seguidores,cúmplice de nossos erros,de nossas falhas,um Jesus Cristo,que não fosse negro e nem boliviano.
Quando cuidamos de nossos animais...
Maravilha!
Porém,porque nossos animais nos servem,nos favorecem e também curam nossas carências,deixando explícito, que nos amam de maneira espetacular,apesar de todos os nossos defeitos...Nunca enjoam,mantêm –se dentro de nossa rotina sem reclamar...
Os animais jamais competiriam conosco, jamais nos incomodam,são uma raça inferior, mesmo quando os colocamos nos pedestais, somos nós envaidecidos pelas nossas boas atitudes,somos pessoas boas,cuidamos de animais...
Mas,será que só isso basta?
O mundo virtual também,mexe com nossa vaidade,quando nos sentimos imponentes pilotando um aparelho mais sofisticado de última geração,expondo ao mundo nossa vida particular, de maneira implacável,onde só há espaço para felicidade acompanhada pela nossa perfeição,nossa inteligência, capaz de atrair tudo que é positivo, e rechaçar o que aparentemente,pode ser desagradável...
Será que entraria Jesus Cristo,nesse nosso mundo de ostentação,ou de determinação carregada por uma fé oportunista,reivindicadora colocando-nos no centro de tudo?
Certamente Jesus Cristo voltaria como homem do povo,cuidando e protegendo os pobres e desfavorecidos...
O individualismo impera quando,nossa solidão grita e fala mais alto,em todas as situações ,em que,nos expomos ao mundo, dependentes de uma aprovação...
Teria espaço Jesus Cristo neste momento?
Neste mundo liquefeito,onde verdade e mentira se fundem,real e irreal se aproximam...
O amor mudou de proporção também, precisa vir carregado daquilo que suponhamos ser o ideal,daquilo que sonhamos e que completa nossas imperfeições,de maneira perfeita...
E o amor virtual  passou a ser eterno, visto que só expomos e mostramos nosso lado positivo e choramos nossas dores sozinhos pedindo a Jesus Cristo que nos entenda,dessa vez então.
Jesus Cristo foi renegado e certamente seria de novo se retornasse.