Marcadores

segunda-feira, 19 de outubro de 2015

O INUSITADO

Estamos amadurecendo numa época inusitada e dificílima, onde rapidamente nossas habilidades foram trocadas por outras,e nos tornamos fora de época e obsoletos...
Ouve-se muito a palavra “comportar”,sendo assim,parecemos estorvos diante da situação,onde mudança é a palavra chave...
E todos os dias existem novidades, a tecnologia precisa ir á forra,ganhar tempo,enriquecer empresas dentro da ociosidade,e como tudo que é demais,exibe efeito colateral,temos pessoas ficando doentes pelas mudanças de hábitos...
Pessoas pressionadas pelas metas dentro das firmas,trabalhando de terno e gravata sob regime de escravidão.
Pessoas que exibem uma solidão imensa em meio á multidão,pois que riem,fazem o tipo prato do dia,mas que gostariam de um ombro amigo em quem realmente confiar,porém essa ressalva fica em algumas palavras digitadas em um momento de sufoco,que depois provavelmente serão substituídas por outras e mais outras.
As pessoas estão envelhecendo e parece que o mundo foi encolhendo para tais, pois precisa esticar seus lugares e misturarem liquefazerem as idéias,misturá-las bem para que no dia seguinte surja algo novo,inusitado e talvez descartável em pleno uso...
Acreditamos que somos pioneiros desbravadores da idade adulta informatizada, também, não estaremos aqui para presenciar a síntese ,o deliberado,o efeito colateral do dia seguinte.
Como estarão nossos adolescentes na maturidade?
Que histórias contarão aos filhos e netos, que legado deixarão?
Achamos uma maravilha o mundo informatizado mas não podemos esquecer que ainda fazemos parte do mundo real.
Porém,é assustador o número de pessoas que desfazem seus relacionamentos reais por causa dos relacionamentos virtuais,pessoas que estando cercadas de amizades virtuais,sentem-se seguras quando ainda não perceberam a solidão gritante em que vivem.