Marcadores

domingo, 21 de junho de 2015

O AMADURECIMENTO E A GRATIDÃO

A vida em si já é felicidade, viver, e ter convicção de que ,não somos eternos,mas podemos fazer de
cada dia da vida,uma eternidade,quando entendermos que as dores,os percalços são impulsos,que determinam,que dão discernimento, o quanto é bom
vencê-los.
Sempre desejamos felicidades, quando felicitamos alguém, pois que a felicidade, sempre um componente de gratidão, que temos, pelo simples fato de vivermos, de acreditarmos, em tudo que realizamos,de vivermos o presente, na expectativa de ser o melhor dia,para olharmos o passado,em paz.
Ás vezes ,quando bate o desânimo,olhemos ao nosso redor,reconheçamos o quão somos premiados e abençoados com tudo que somos e temos...E que tenhamos sabedoria para deixarmos para traz, os aborrecimentos, sofrimentos, decepções, estes,são fardos muito pesados, malefícios perniciosos,que não merecem ser guardados.
Porém, aquelas lembranças boas, serão sempre a felicidade presente, serão como adubo que rejuvenesce nossa planta, e água que rega nosso eterno jardim...
E no decorrer de nossa existência, nossos atos sejam nossas determinações, nossas marcas registradas, o coração revestido de gratidão, se reflete num rosto tranqüilo e feliz...
As maleficências adoecem, envelhecem e aniquilam a alma,enquanto ,que a serenidade do bem, da paz e harmonia reconstrói ,reedifica,mantendo a plenitude,a sabedoria acionados,enquanto caminhada nossa.

Acionemos então,a sabedoria do entendimento evolutivo do tempo,para que,jamais amadureçamos em vão,mas sim,façamos jus ao tempo de vida a nós confiados.