Marcadores

sábado, 13 de junho de 2015

FIBROMIALGIA ASSUMIDA


Sem receio do preconceito,assumo a fibromialgia,lembro-me da época da faculdade quando passei a ter crises de insônia ou acordava no meio da noite
sentindo o corpo inteiro latejar de dor,comprei uma coleção de livros,de um vendedor que passou a minha porta,li
mudei completamente meu hábito alimentar,passei uns dez anos sem comer carne e me senti curada...
Depois com o tempo,relaxei um pouco na alimentação,voltei a comer carnes,embutidos e tive um sério problema na coluna,depois de 2 anos de dor insuportável,sofri uma cirurgia que me tirou a dor aguda,porém continuei a ter crises de dores,claro que não são na mesma intensidade, quanto antes da cirurgia...
Então, procurando respostas, lendo muito sobre dores
e seus agentes,vi que tudo estava interligado,insônia,ou sono demais,fadiga extrema ao realizar a mais simples e habitual atividade como tomar banho,varrer o chão,também ter pontos febris pelo corpo e as extremidades,pés principalmente gelados,ansiedade,desânimo,e também,sudoreses excessivas.
Descobri que estava com fibromialgia, passei a ter muita paciência, pois as crises são quase que desesperadoras, a ponto de você não saber se no dia seguinte vai ter forças para sair da cama...
Com essa sensação de impotência vem a depressão que deixa a auto estima abalada.
Jamais me entreguei, sempre fiz exercícios físicos, alongamentos, mesmo cansada e sem vontade, isso me dá uma sensação de alívio depois...
O lado bom de tudo isso, é que quando a fibromialgia dá uma trégua, tenho uma sensação de leveza, de bem estar inexplicável.Sinto-me encaixada dentro da vida de maneira perfeita.
A vida se transforma completamente, e eu tenho vontade de realizar mil coisas ao mesmo tempo...
Procuro não falar muito á respeito com as pessoas, não por vergonha,mas  por falta de informações existe o preconceito, por não saberem do que se trata...Também sou leiga no assunto, mas o pouco que sei, veio de informações que busquei para poder conviver, quase que normalmente com esse desconforto.