Marcadores

segunda-feira, 15 de junho de 2015

CONVIVÊNCIA COM IMIGRANTES

Sabedoria faz parte do mundo de pessoas conscientes e que sabem pensar de maneira grande e generosa.
Amamos nossos países, estados, cidades, mas isso não quer dizer que esse território seja exclusivamente nosso, apenas temos direito de fazer parte de uma sociedade comunitária, quando somos seus colaboradores. Quando nossa conduta não desabone nossos direitos de viver em paz, harmonia ,colaborando com a preservação do “Meio” em que vivemos, fazendo valer a educação, que é à base da sabedoria e do bom discernimento das coisas.
Recebemos povos de outros países, também pessoas de nosso país imigram para outros.
Isso acontece por forças de circunstâncias, por livre arbítrio de escolhas também, uma vez que nenhum território é propriedade de seus descendentes, mas sim pátria mãe que pede respeito,dignidade e preservação de seus habitantes,de seus filhos.
A diversidade de raças, cores, estilos e classes sociais, compõem esse nosso grande quadro social.
Recebemos povos da Bolívia que imigram á nossas cidades para trabalhar logo dão seu quinhão de colaboração, quando seus produtos, fruto de seus trabalhos, chegam ao nosso mercado com preços accessíveis á nossa demanda de compra.
Entre esses povos e nós, há que se haver tratamento irmanado. Saibamos que eles devem ter algo a acrescentar á nossa cultura.Seja na culinária, na música, na dança, na moda, sempre acabamos herdando muito de nossos imigrantes.
Amamos nossa terra natal, mas não somos donos da mesma, então que haja espírito de solidariedade para com nossos imigrantes, não os jogando á margem, mas sim, trazendo-os para que se unam á nossas boas condutas e tornemos assim, nossa cidade bem melhor.