Marcadores

segunda-feira, 15 de junho de 2015

A VERDADE

 A verdade é única, indivisível e porque não dizer, extremista.
Não existe meio termo, ou qualquer coisa que possa dividi-la.
A verdade dissimula qualquer fato ambíguo. É limpa e pura.
Abre as portas para uma seqüência de virtudes, que entre elas, está o fato de se viver em tranqüilidade plena. Frutos que só são saboreados á luz da verdade. A verdade é a chave que abre todas as prisões.
Quando falta a verdade, cai-se num labirinto onde há misturas de valores, os quais acabam mesclando quaisquer virtudes. Está aí a grande verdade! Se fazer valer pelas virtudes que possui.Mesmo que só a verdade saiba...
Com a verdade, a vida se torna mais solta e alegre...Pois quando esta falta, junto com seu reverso, vem a prisão em liberdade...Sentimento de culpa e muitas outras coisas, que fazem tanto mal, a qualquer pessoa de bem.
A carência da verdade é gritante em nosso meio, e quem a porta como referência de vida, sabe se valer da honestidade e confiabilidade também.O dinamismo da verdade é inconfundível...Sempre vem á tona.
A verdade caminha, trazendo suas letras escritas no grande livro da vida.E qualquer página, pode ser lida e relida a qualquer momento.Admitir a verdade é estar consciente dos acertos e dos erros que todos cometem.
E, só a verdade em si, já traz toda paz anunciada para tranqüilizar o coração e continuar caminhada, depois, outras coisas serão acrescentadas, pois a recompensa de qualquer modo sempre vem.
A palavra esperteza é o oposto da verdade, e não se compara com inteligência e sabedoria.Se tal fosse, o mundo estaria repleto de boas intenções.A verdade é superior a tudo isso, imbatível e indestrutível!E das cinzas sempre renasce.
Viver na verdade, é saber desfrutar de toda paz e serenidade que essa virtude acumula a cada dia. Perfeição seria impossível, mas a verdade é escolha e determinação que torna os seres dignos de respeito e confiança.