Marcadores

domingo, 18 de janeiro de 2015

PESSOAS QUE SE ENCONTRAM

Pessoas se encontram na família, no parentesco, na vizinhança e também nas amizades, no trabalho e até mesmo no meio da rua transitando livremente, cada uma para um lado,parecem buscando caminhos diferentes, que ao mesmo tempo,quase sempre,é o mesmo caminho de todos,afinal somos da mesma espécie...
Estamos sempre em busca das mesmas coisas, embora existam dois pólos que diferenciam,ou que fazem a grande diferença, que são o bem e o mal...
Esses pólos são radicais, uma vez que não existe entre eles meio termo...
Cada pessoa é única, porém, a constituição é a mesma,se amamos,doutrinemos esse amor com atitudes.
Ás vezes temos afinidades, outras não, mas, nem por isso
estamos impedidos de espalhar nossas sementes do bem...Seja da maneira mais simples, ou complexa,mas a cada um está incumbida sua ocupação.
É um dever, uma obrigação, descobrir de que modo fazer, e fazê-lo, pois a humanidade está necessitada de atitudes do bem,e nessa jornada, podemos um completar o outro.
Em nossas proximidades estão as pessoas de nossa convivência, aquelas que nos conhecem melhor,que nos conferem confiança,e,portanto,com elas inicia-se, nosso crescimento espiritual,nosso aprendizado de respeito,de humildade e de cumplicidade...Somos todos passíveis tanto de doutrinar como de aprender, eternamente, ao longo da vida.
Que  façamos o bem, sem a preocupação de como somos interpretados, importante é sermos bem intencionados sempre.
Assim descubramos a arte, de como saber usar nossa capacidade inteligente, e difundamos as boas novas que recebemos,que cada ser do bem,torne-se um canal comunicativo,seja este expressado de múltiplas maneiras,mas é hora que se faça. Que cada um leve
como presente,aos meios de seu convívio,como ser melhor.
Amar o que está nas proximidades, implica em fazer da vida um eterno aprimoramento,e deste a gratidão de reconhecer valores e benefícios que estão sempre ao nosso dispor...Tarefa difícil, porém entre quedas e ascensões, possível.
O bem é íntegro imbatível e absoluto, porém, sem exigir perfeição alguma, as imperfeições de outrem, são as nossas também.
Nada em nossos dias acontece por acaso, até aquele momento de aflição, pode ter um significado incrível.
Deus é a luz infinita do bem, portanto é absoluto, e nada detém o seu poder, e sua glória,então,que não permitamos nada mais além,somos passíveis de fraquezas,mas somos fortes o suficiente para ascendermos,quantas vezes forem necessárias.