Marcadores

sábado, 8 de novembro de 2014

APRENDAMOS A GASTAR E INVISTAMOS EM QUALIDADE DE VIDA

Somos, claro, pessoas com divergências de gostos, prazeres, costumes e outras coisas mais.
Porém, podemos adotar medidas semelhantes, no que tange fazer de nossos vencimentos, um motivo de satisfação, por sabermos administrarmos bem o nosso dinheiro...
Se ganharmos muito bem, ótimo, mas se nossos proventos, não forem tanto assim, também ótimo!
Vamos administrar com sabedoria, para que o dinheiro nos deixe tranqüilos.
Sempre que estivermos inadimplentes, ou com muita coisa para pagar, jamais protelemos, puxemos de vez o freio das contenções, para nos safarmos de preocupações, o quanto antes...
Depois disso, pensemos em comprar a prestação, apenas bens duráveis, e nos livremos das compulsões imediatistas.
Isso também implica em qualidade de vida.
Um ordenado, ás vezes, que dá aparente segurança, faz com que saiamos comprando o desnecessário.
Quando que, com um ordenado não tão bom assim, com inteligência, podemos até viver melhor...
O dinheiro foi feito para nos servir, portanto, o administremos bem...Caso contrário, nos tornamos escravos dele e contraímos dívidas intermináveis, que interferem nossa qualidade de vida...
Fujamos do cheque especial, e dos cartões de créditos, não nos esqueçamos, que, são eles que enriquecem os bancos, com seus juros avultados...
Não precisamos deixar de viver, por conta da economia, muito pelo contrário, nosso poder aquisitivo.
vai nos proporcionar compra á vista...Porém, sejamos consumidores sustentáveis, aprendamos a customizar, roupas, móveis e outras coisas mais, essa terapia tornará nossa moradia melhor, e com isso,estaremos felizes.
Organizemos nosso consumo de comida, quando desnecessários e prejudiciais á saúde, façamos de nossa alimentação um ritual de jovialidade, saúde, e também economia...
Jamais acumulemos comida em excesso, na geladeira, para que esta se estrague, sejamos colaboradores do plano contra a miséria, economizemos e colaboremos com nossa felicidade.
Sem exageros e dívidas, que nos perturbem, nossa qualidade de vida vai ser das melhores.