Marcadores

quinta-feira, 29 de maio de 2014

OS VESTÍGIOS DE DEUS

Basta apenas, que observemos todos os vestígios expostos em esplendor na Natureza, para que percebamos, que a seu modo, em suprema sabedoria, esta acomoda as cadeias em sintonia e harmonia, umas com as outras...
Visto que esta, não requer palavras, tudo suplanta, porém devolve com precisão irrefutável, as ações que lhe atribuímos.
Observando o lado positivo desse feito, basta que cuidemos bem de uma planta, esta, em bem pouco tempo nos devolverá em abundância, flores, frutos e sementes, para prevenir a perpetuação da mesma, em função da vida do Planeta, vida esta, a qual nós e nossos seguidores estaremos incluídos.
Esse cuidado se estende a nós e a tudo que nos cerceia, munidos de auto cuidado e velando  por tudo, que faz parte de nosso meio,estaremos gerando uma harmonia abençoada, em prosperidade e abundância...Os nativos, em sua cultura milenar, amam a Deus na Natureza...
Porém, entre nós, existem tantos fatores, que faz com que sintamos em maioria da população “O Meio” como algo distante,matas ,florestas,montanhas...Portanto o nosso “Meio” é sempre o lugar onde estamos presentes naquele determinado momento, que em seqüência dos dias, desenrola nossas atitudes.

Deus, em sua bondade infinita, em sua inteligência inigualável, expõe direitos de escolhas, uma vez que dotados de inteligência,incumbiu-nos competência, para que a partir desse Universo,possamos recriar voltados para o bem.
Religiões exercem o simples fascínio de nos religar com Deus, e a partir daí o respeito, em nome de Deus, em todas elas.

De nada adiantará, as religiões ficarem discutindo a propriedade de Deus, se não doutrinarem seus adeptos a respeitarem seus vestígios...Amar e agradecer a tudo e todos, que nos servem, que nos cerceiam”O Próximo”
As verdadeiras orações, são rezadas com ações, que nada mais são, que orar com as mãos,com atitudes voltadas para o bem.

É inaceitável, que em nome de Deus incorram absurdos, tais como, pessoas se digladiando, cometendo assassinatos, injustiças, explodindo territórios, sem ao menos se apressarem para o amor ao próximo...
Cegos vestem-se de um orgulho castrador, mas a presença de Deus, se faz gritante em “Meio” a todos os continentes, mares, lugares...Enfim, onde for amparo de vida.

As mãos podem rezar fechando torneiras, recolhendo lixos, que por menores e insignificantes que sejam ,faz com que lembremos do infinito numérico,ser representado por minúsculos grãos de areia...Isso é suficiente para entendermos o que um simples toco de cigarro pode representar dentro da depredação.

Os vestígios da exuberância criadora se escondem em átomos, moléculas que compõem esse todo magnífico...Desde o Universo de nosso corpo, que em proporção, mantém uma ligação intrínseca com o Universo em que habitamos...E dessa cadeia fazemos parte, com muita responsabilidade.
Mediante o fascínio dos avanços tecnológicos, não podemos nos esquecer da matéria prima, esta jamais será criada pelas mãos do homem, mas em contrapartida, á esta mesma mão, Deus incumbiu a tarefa de recuperação do Meio, que infelizmente o destruímos, e somente voltados ao bem, e ao amor, podemos recompô-lo.