Marcadores

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

O CIÚME ALIMENTADO

O ciúme é um sentimento humilhante, que perverte a paz, desestabiliza, corrói, desgasta, rompe e acaba com a confiança, a pessoa, que convive com o ciúme, seja ele de que maneira for, sofre muito, acaba se desencantando...
Portanto, existe também uma outra forma perversa, de se despertar ciúme no outro, aquela que é alimentada, insuflada e ao mesmo tempo manipulada, de maneira tão convincente, onde a relação se torna uma tortura, para quem é o alvo da manipulação...
As pessoas que manipulam o sentimento de ciúme nas outras, geralmente gostam desse tipo de coisa, sentindo-se importantes dentro de uma relação sofrível e castradora, onde a pessoa tomada pelo sentimento de ciúme acaba sempre pedindo perdão, depois de cada explosão, que o ciúme, obviamente acarreta.
E quanto mais o tempo passa, mais fragilizada e dependente, o ciúme torna essa pessoa, a ponto de jogar seus talentos, suas habilidades, seus valores numa condição inferior, pois perde a noção das mesmas, sente-se humilhada, após os surtos ciumentos...
Mediante experiência, ao longo da vida,percebi que muitas vezes,no íntimo de uma pessoa ciumenta,existe uma alma ferida,cansada da tortura,e ao mesmo tempo,alguém que carrega um grande sentimento de culpa também.
Volto a ressaltar, que neste texto não estou me referindo ao ciúme possessivo, controlador, que liga o dia todo para controlar a vida de outra pessoa, que invade todos os espaços, que sufoca, que agride, que tenta até adivinhar e controlar até o pensamento do outro,esse tipo de ciumento é perigoso e precisa se tratar...
Neste texto me refiro, ás pessoas que por algum motivo, se vangloriam por serem motivos de ciúme, exaltando-se tentam colocar seus parceiros, ou parceiras num nível inferior, e quando tudo volta ao normal perante discursos bem elaborados, que só um ser manipulador, sabe fazer, eles arrumam novo pretexto para despertar ciúme novamente...
Concluindo, são pessoas que fazem da vida de suas vítimas um inferno, gostam dessa situação, não assumem suas relações e nem permitem que seus parceiros ou parceiras refaçam suas vidas, estão sempre arrumando um subterfúgio para mantê-los presos e dependentes.