Marcadores

segunda-feira, 1 de julho de 2013

FLEXÃO DE INTELIGÊNCIA COM SABEDORIA

Sabedoria e inteligência são predicados da alma de cada ser, portanto,não existe sabedoria,nem inteligência,se não forem respaldados e flexionados pelo bem.
Embora existam inventivos exemplares de sabedoria, onde burlar, se confunde com inteligência, portanto, diverge total e absurdamente da beleza que existe em ser e caminhar nas linhas do bem.
A sabedoria respaldada do bem traz uma paz constante, o refrigério do pensamento e incute alegria na vida. Pois que vivê-la dentro desses parâmetros, é extremamente compensador...
O mundo caminha a largos passos sempre buscando algo inusitado, que emocione, que faça aflorar a lei das compensações, a lei das experiências válidas, onde mediantes estas, encaixe-se a palavra bem...
A cura de doenças, grandes descobertas que facilitem a vida de uma maneira geral, um meio mais humano e menos egocêntrico de rimar um progresso atentado com o meio ambiente.
Ambas, nessas instâncias, dão-se as mãos, e unem-se, por um ensejo muito intenso, por ações que valham as mais fervorosas orações, rezadas com atitudes, no âmago da inteligência em coordenação com a sabedoria...
Educar e acordar as pessoas para esse apreço,indiscutivelmente, a longo prazo,traria á tona,pessoas de bem,de bom intento,reivindicando e vivendo por causas maiores,mediante necessidades, ás quais somos submetidos.
Ser dotado de inteligência sábia envolve dois pontos importantes, que condizem entre si, na educação dentro da família, e na educação complementadora da escola...Ao educarmos pessoas para a sabedoria do bem, estaremos multiplicando e flexionando inteligências...
O conceito de inteligência e sabedoria coloca nas mãos o controle da auto suficiência, usando os materiais, aos quais dispõe. Também reivindicar direitos, como exercício de cidadania, uma vez que se é cumpridor assíduo dos deveres.
Saber vivenciar todas as etapas da vida, e de maneira pacífica, colaborar para um mundo mais justo, impor respeito e se fazer respeitado.
Entender-se como cidadão responsável pelo Meio em que faz parte.
A multiplicidade das inteligências é o grande pincel que enfatiza os diferentes coloridos no quadro humano,onde de alguma forma se sobressai aos demais afazeres,são esses os chamados dons,aos quais jamais se pode ignorar,pois junto com a sabedoria têm a capacidade de transformar quem o porta e também quem dele se beneficia de alguma forma,principalmente se esses fatores têm a capacidade de desencadear vidas mais pacíficas e harmônicas.