Marcadores

domingo, 16 de dezembro de 2012

OS RÓTULOS

Final de ano chegando, a festa do Natal do Ano Novo, e
também uma série de ofertas,cercando o décimo terceiro de todo lado,uma aparente folgada nas economias,portanto, há que se tomar cuidado para que os exageros não nos roubem  calma, durante bons meses, do ano vindouro trabalhado a finco...
Fomos criados sim, para termos fartura, abundância, boa vestimenta, boa alimentação, no entanto, a sabedoria é que, além disso, tudo, vai nos proporcionar paz e harmonia...

Nossas vestimentas nos vestirão o corpo, mas a paz de espírito se faz com parcimônia nos gastos.
E nossas impressões e aparências, não valem a fortuna de uma noite de sono tranqüila...
A Educação Financeira é muito importante, mesmo porque estando sob o comando de nossas receitas e gastos, conseguiremos ter mais criatividade para recriar
modelos e hábitos de vidas mais saudáveis até,mesmo porque não temos o grande vilão do descontrole financeiro nos dominando o tempo todo.
Por mais que estejamos endividados, sempre há uma saída, e essa saída pode ser agora, vivamos nosso Natal imensamente feliz, e oremos,peçamos a nossa Inteligência Criadora que nos liberte das dívidas.
Façamos isso todas as noites antes de dormir, peçamos a Deus que através de nossa Inteligência Criadora, nos apresente a saída, certos de que vamos encontrar um caminho libertador.

Enquanto estivermos endividados, puxemos o freio de mão dos gastos, literalmente, para que nos safemos dessa situação o mais rápido possível, quanto mais protelarmos, implicará em juros sobre cartões de créditos e no final das contas, pagaremos muitas vezes a mesma conta, por conta dos juros...

Planejemos nosso Natal, nosso Ano Novo com muita paz e poucos gastos, façamos daí um ponto de partida para a verdadeira libertação, certamente, dentro em breve, já saldamos nossas dívidas e estaremos poupando nossas economias, o primeiro passo é o mais importante, então comecemos já...

Os nossos rendimentos mensais, mesmo não sendo muito, poderão nos proporcionar uma vida boa com compras á vista,passeios ,viagens,bons carros,sem que nos endividemos para isso,basta começarmos e dentro em breve estaremos entendendo de economia como ninguém,uma coisa revela outra,e poderemos desfrutar
de muito conforto,de nossos bens materiais,em sintonia com o bem espiritual.

Não vale a pena vivermos de aparências e rótulos, o importante somos nós, que sem impressionarmos ninguém, nos fazemos amados[as] e queridos[as],nossas roupas,calçados,carros importados nos mostram aparentemente melhor,mas o que realmente nos torna melhor é a paz de espírito,a libertação das dívidas,entendamos que Deus quer o melhor para nós,no entanto,nos deu discernimento para que o façamos...
Boas Festas com muita paz e inteligência para movimentar a vida que Deus nos deu!