Marcadores

domingo, 18 de novembro de 2012

VICIADOS EM INTERNET

A tecnologia mudou completamente a vida das pessoas, facilitando de maneira tal, a ponto destas sentirem-se importantes competidoras dentro desse mundo fantástico, porém, a vida em si, tem que ser muito mais que isso, tem que ter pessoas livres, para desligarem-se desse mundo quando melhor lhe convier,livres para cuidarem da saúde,dos afazeres,da alimentação balanceada,da qualidade de vida,livres para trabalharem sem serem aniquiladas,tornando-se improdutivas...
Não se pode deixar que, o efeito colateral, torne-se uma droga perniciosa ao alcance das mãos..
Então,que se faça bom uso desta, em proll de si mesmas e jamais deixem que a máquina as domine,desvie a conduta,e que acima de tudo,sejam as pessoas as condutoras,as diferenciadoras,sem serem engolidas e manipuladas espontaneamente, a fazer parte de números apenas...
Está comprovado já, o grande número de pessoas que, sentindo-se incompletas no mundo real, confundem-se completamente com a virtualidade, dando vazão nesse mundo, ao que a vida fantasiosa oferece de melhor...
É interessante como essas pessoas se acham sociáveis dentro desse mundo, mas sem perceberem, isolam-se da família, do convívio pessoal e social, dos amigos, e são sugadas para um mundo fictício que lhes transformam naquilo que jamais foram.
O mundo virtual está aí para que se faça amizade sim, mas tudo dentro de medidas moderáveis e cautelosas, os chats estão aí para que haja distração e bom papo entre pessoas de uma comunidade, trocas de idéias, de pessoas de uma mesma idade, mas tudo dentro dos limites,a vida virtual tem que ser um pequeno e leve reflexo daquilo que  integralmente e realmente somos,fora disso é patologia pura...
Este mundo tem facilitado de maneira espetacular que veiculemos nossos pensamentos através das escritas, que troquemos idéias, que nos inteiremos de informações saudáveis, e que acima de tudo tenhamos discernimentos, de que somos o centro e a máquina é uma colaboradora.
Partindo desse princípio, poderemos considerar o mundo informatizado uma maravilha, e que dentro de um computador, existe uma opção muito inteligente, sempre, a ser descoberta e explorada, dentro do mundo da boa comunicação, e das artes também...
Portanto, que uma noite bem dormida esteja entre as prioridades, um passeio, uma caminhada, um exercício físico e por aí, uma série de afazeres da vida real, onde caiba de maneira saudável, também o virtual.