Marcadores

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

DISCIPLINANDO OS GASTOS


O plano da criação em proll do ser humano, sempre foi com o intuito de felicidade plena, portanto, por mais que a pessoa pareça desprovida, ela tem uma capacidade única que lhe pertence, que é a capacidade da transformação, basta que se creia na mesma, pois esta capacidade tem boa parte embasada na crença...
Quem não acredita em si, não acredita em mais nada, portanto, mesmo não tendo religião ,é necessário ter fé...Agora deve vir a indagação do que isso tudo tem a ver com a Educação Financeira,mas se observarmos tem tudo a ver...

Para que se saia de uma crise de gasto compulsivo ou descontrole financeiro, é necessário, em primeiro lugar, acreditar que pode, acreditar na auto suficiência como provedora da paz financeira, onde o dinheiro não tem vontade própria, mas sim, é voltado a favor de quem o adquire com o seu labor.
Outro fator importante é não se desesperar, muito pelo contrário estabelecer uma disciplina, onde se vive um dia de cada vez, e a cada produto desnecessário que deixou de ser adquirido, já começa a gerar uma grande satisfação, pois o dinheiro vai estar para seu ganhador e não o ganhador servindo ao dinheiro.

Não abrir mão das coisas necessárias é muito importante, que passe a se cuidar disciplinadamente, junto com esse plano de contenção de gastos, os cuidados especiais que são alimentos que possam ser adquiridos por um preço accessível, esquecer temporariamente roupas,pois geralmente o guarda roupa engorda junto com as crises de gasto compulsivo.
Caminhar e passear por lugares saudáveis, mesmo que seja a própria rua, vai trazer muitos benefícios e também dar uma folga na queima de combustível,qualquer atitude nesse sentido,indica administrar a saúde também...