Marcadores

quinta-feira, 8 de março de 2012

SENTIMENTOS DIVERSOS

Final de ano, contagem dos dias, e nem sei como e porque,algumas pessoas assim como eu,ficam mais suscetíveis,com os sentimentos diversos aflorados na pele,com aquela mistura de emoções tamanhas que ás vezes as escondemos por não saber ao certo como lidar com elas...
Felicidade é o que se deseja á todas as pessoas, é o que se almeja, mas em contrapartida, há um grande conforto quando dela, nos apressamos ao fato de está independentemente de outros fatores que podem ser adversos,ás vezes fogem de nosso controle, mas voltando a tal “felicidade”,esta nos pertence,nos foi incumbida de praxe quando embarcamos á grande viagem da vida.
E, essa preciosidade não custa caro, ou melhor, não custa nada, a ponto de custar muito a entendê-la, como o caminho do bem,da simplicidade, em aceitá-la sem as pompas e honrarias, que tanto a tem mascarado e colocado em segundo plano...
A vida está aí, o amor pode surgir dentro do coração a qualquer momento,em qualquer tempo,a qualquer hora,basta se permitir...
O amor incondicional é aquela sobra evidente onde a vida sombreia planos, mas cobra afetos,cobra o impagável que se veste das honrarias, de laços dourados que criados independentemente da vontade,do desejo,mas sim,em face da ternura,do afeto,daquelas coisas mais simples e rotineiras que fazem das pessoas um ramalhete em diversidades de flores,e sementes que em cores e perfumes nos remetem aos gestos que ficaram ,mas que iluminarão os trilhos do presente que já é o futuro, e o passado também...Portanto,nos permitamos ao que os novos dias, e todos os dias,nos oferecem...
Feliz Ano Novo!
Se conseguir, saia á rua, ria, brinque, congratule com familiares e amigos, mas se for do tipo mais sensível, viva em silêncio essa imensidade!